1/1

PSOL DENUNCIA TENTATIVA DE CENSURA DO GOVERNO FEDERAL.

Parlamentares do PSOL acionam o Ministério Público

Federal em defesa da democracia


O governo de Jair Bolsonaro segue em sua obsessão em tentar reestabelecer a censura no país e direcionar a produção cultural.


A bancada do PSOL na Câmara acionou nesta semana o Ministério Público Federal (MPF) pedindo aos procuradores que investiguem a conduta do Ministério do Turismo e da Secretaria Especial de Cultura na avaliação de projetos que buscam incentivo através da Lei Rouanet.


Parlamentares do PSOL apontam procedimentos antirrepublicanos, como o favorecimento na aprovação de verbas apenas para obras que estejam alinhadas com o pensamento ideológico do governo.


Além do direcionamento inaceitável, chama a atenção também que a captação de recursos destinados à Lei Rouanet em 2021, cerca de R$78 milhões, é a menor da série histórica.


Analistas apontam que depois de perder espaço em outras áreas do governo, a chamada “ala ideológica”, formada por extremistas de direita, tenta se rearticular na Secretaria Especial de Cultura e no Ministério do Turismo.


A ação protocolada no MPF leva as assinaturas das(os) deputadas(os) Áurea Carolina, David Miranda, Sâmia Bomfim e Talíria Petrone


(Fonte Portal da Prefeitura de Jaboatão).